Organizado pela professora Brenda Castro e alunos do 5º semestre do curso de Relações Internacionais da UNAMA, as simulações da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização dos Estados Americanos (OEA) ocorreram nos dias 2 e 8 de junho, respectivamente.

A simulação da OMC possuía como tema ‘’China vs EUA: Lei de embargo de importação sobre Xinjiang” e iniciou às 9 da manhã no auditório D200 da Universidade da Amazônia (UNAMA). A sessão começou com a fala da presidente Amanda Araújo, e logo após a delegação da China deu continuidade e abertura ao debate acusando a delegação Norte-americana de violação de acordos e leis da OMC. Após horas de discursões e falas calorosas de ambas delações, o painel do júri considerou os Estados Unidos culpados pela violação de tratados e leis.

A segunda simulação, com o tema “Comunidades Quilombolas de Alcântara vs Brasil”, também ocorreu no auditório D200 da UNAMA, e iniciou às 9h da manhã com um discurso acerca da importância dos direitos humanos e a OEA. Em seguida as delegações brasileiras e quilombolas expuseram seus argumentos e defesas. No fim, a mesa do júri declarou culpado o Brasil de violar os direitos quilombolas de Alcântara.

Ambas simulações possuíam o intuito de aperfeiçoar e pôr em pratica os estudos acerca de negociação e arbitragem, tanto para os alunos que participaram das simulações, quanto para os observadores que puderam presenciar o funcionamento de uma simulação com temas pertinentes e atuais para a sociedade.

Para mais informações e futuras eventos siga @ri_unama.