Dicas de Filmes

Rafaela Vale – Acadêmica do 4º semestre de Relações Internacionais da UNAMA.

Grace de Mônaco (2014)

Direção: Oliver Dahan

IMDb: https://www.imdb.com/title/tt2095649/

Disponível em: Globoplay. Prime Video. Telecine.

Tópicos abordados: Personalidades políticas.

O filme é inspirado na vivência da atriz estadunidense Grace Kelly (Nicole Kidman) ao tornar-se princesa de Mônaco por casamento. Após assumir o posto, a ilustre integrante da família real se encontra dividida entre sua antiga carreira e sua nova rotina, que apresenta afazeres que não se resolvem da maneira que ela acredita que seja correta.

Em um papel oferecido pelo icônico diretor Alfred Hitchcock (Roger Ashton-Griffiths), a princesa imagina uma maneira de retomar a atuação em prol de sua felicidade, mas a custo da imagem da realeza.

O casamento com Rainier III (Tim Roth), príncipe de Mônaco, se encontra cada vez mais angustioso e adiciona mais dilemas quanto a permanência de Grace no Estado exíguo, que está ameaçado por sanções por parte da França e por instabilidade com outras nações europeias. O príncipe teme por uma tentativa forçada de anexação do território monegasco ao francês.

O plano de fundo da narrativa de Grace Kelly também demonstra o período da Guerra de Independência da Argélia do território francês, durante as décadas de 50 e 60, ao final da Segunda Guerra Mundial, quando a liberdade prometida aos argelinos não foi concretizada, mesmo após auxílio na batalha contra o Eixo.

As dinâmicas externas, que consequentemente invadem o palácio, influenciam a princesa a focar-se em cumprir os Procolos de Estado, ao mesmo tempo em que esta se torna um alvo da mídia internacional e de possíveis desleais mais próximos do que se imagina.

O Último Rei da Escócia (2006)

Direção: Kevin Macdonald

IMDb: https://www.imdb.com/title/tt0455590/

Disponível em: Google Play. Disney Plus.

Tópicos abordados: Personalidades políticas. Regime ditatorial.

Um médico escocês recém-formado decide por realizar sua primeira experiência internacional na Uganda. Durante sua chegada, um golpe de estado é aplicado ao ex-presidente Milton Obote, deixando o país sob o controle do aparente carismático líder militar Idi Amin (Forest Whitaker).

Ao jovem doutor Nicolas Garrigan (James Mcavoy) é oferecida uma vaga de médico pessoal do novo presidente, devido a uma repentina amizade formada por ambos. O escocês passa a conviver com a constante presença de Amin e com isso não demora descobrir a verdadeira índole do governante.

Fora da ficção, Idi Amin marcou as relações internacionais entre os países africanos como um governante a ser contido por suas medidas extremas, que levaram ao declínio da economia e do modo de vida dos ugandenses.

Pode ser destacada a posição da Organização da Unidade Africana contra o regime de Amin, que avançou para a Tanzânia em 1978, país que forneceu abrigo político ao ex-presidente Obote. Apesar da falha da Organização no impedimento, Amin partiu para exílio na Líbia após a Guerra entre Uganda e Tanzânia, que acabou vitoriosa para os tanzanianos devido a estratégias de defesa do presidente Nyerere envolvendo as forças armadas.

REFERÊNCIAS

DIBIE, Robert; RASHID, Samory. The politics in Uganda. The Politics and Policies of Sub-Saharan Africa, Lanham MD, University Press of America, p. 165-188, 2001.

SAMPAIO, Thiago Henrique. O discurso de Jean-Paul Sartre sobre o colonialismo francês e a Guerra de Independência da Argélia (1954-1962). Revista Filogênese, v. 6, n. 1, p. 27-38, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s