Yellen diz esperar apoio do G-20 para proposta de imposto corporativo  global - Época Negócios | Mundo

Yellen apela ao G20 para intensificar a ação climática

Os países do G20 “são responsáveis por 80% das emissões globais de carbono, por isso é nossa responsabilidade agir – e fazê-lo imediatamente” disse a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, no fórum de negociações entre os ministros das finanças e os bancos centrais.
O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou em junho um piso de preço para o carbono para adaptação dos maiores poluidores.
Essa ferramenta é uma política importante para o começo de outras ferramentas que permitem alcançara meta de limitar o aquecimento global a dois graus Celsius até 2050.
Yellen enfatizou que é necessário a cooperação internacional e evitar atritos que impedem a diminuição dos gases de efeito estufa.
Saiba mais em: <https://guardian.ng/news/yellen-calls-on-g20-to-step-up-climate-action/>

Presidente chinês pede mais consenso com a UE

Xi da China diz a Merkel e a Macron que espera expandir a cooperação com a Europa

Em maio deste ano, aumentou as disputas sino-europeias com a suspensão do Parlamento Europeu de um pacto de investimento entre União Europeia e Pequim, até que o governo chinês até a retirada de sanções aos políticos da UE.
No dia 5 de julho, em uma videochamada com o presidente francês Emmanuel Macron e à chanceler alemã Angela Merkel, Xi Jiping expressou a esperança da UE ser mais “ativa em assuntos internacionais e proporcionar um ambiente mais justo, transparente e imparcial para empresas chinesas”.
Ademais, abordaram sobre cooperação nos desafios globais, proteção climática e biodiversidade, pandemia e fornecimento global de vacinas.
Saiba mais em: < https://www.reuters.com/world/china/chinas-xi-holds-video-call-with-counterparts-germany-france-state-media-2021-07-05/?taid=60e349d4b9a1150001df4f80&utm_campaign=trueAnthem:+Trending+Content&utm_medium=trueAnthem&utm_source=twitter>

Haiti pede assistência militar internacional após assassínio do presidente  Moïse

Jovenel Moïse: Haiti pede tropas estrangeiras após o assassinato do presidente

Após o assassinato do presidente do Haiti por 28 mercenários estrangeiros na quarta-feira (na madrugada do dia 7 de julho), governo pede proteção internacional por meio de assistência militar, 17 deles foram detidos em Porto Príncipe e os EUA estão providenciando agentes do FBI e do Departamento de Segurança Interna ao Haiti para ajudar na investigação, já que não pode enviar tropas.
O Conselho de Segurança da ONU teria que reunir para a aprovação de qualquer plano militar.
Ainda não está decidido quem está a frente do país, Haiti sofre com distúrbios civis, além da preocupação com o Covid no qual até o momento não possui nenhum cidadão imunizado.
Saiba mais: <https://www.bbc.com/news/world-latin-america-57786862>

O que falta para o Brasil entrar nos padrões da OCDE, o "clube dos ricos" |  Exame

Brasil terá de fazer reformas em sua política ambiental para entrar na OCDE

O Brasil está longe do padrão internacional de políticas da OCDE, por isso a entidade explanou que é necessário muitas mudanças na implementação de leis na política ambiental, reavaliando estratégias de proteção a biodiversidade.
Além disso, há uma pressão internacional em cima do governo atual, em um cenário de negociações sobre um acordo climático na cúpula em Glasgow, em novembro.
Pois a diplomacia brasileira está sendo duvidosa pela sociedade civil, sobre o compromisso na questão de metas climáticas e combate ao desmatamento.
A OCDE avaliou o alinhamento do país aos mecanismos da organização, somente 40% do total (19 requisitos) foi considerado alinhado.
No documento da entidade é citado os desmatamentos da Amazonia brasileira, desmonte de mecanismos de proteção a biodiversidade, falha na proteção de terras indígenas e povos originários, entre outros.
Veja mais em:< https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2021/07/08/brasil-tera-de-fazer-reformas-em-sua-politica-ambiental-para-entrar-na-ocde.htm?>

Sinais de preocupação aumentam no Afeganistão com o avanço dos talibãs

O Talibã afirma ter controle de 85% do Afeganistão à medida que as preocupações humanitárias aumentam

Entidades internacionais se preocupam com a logística de chegada de remédios e suprimentos para o país, enquanto o grupo muçulmano sunita apossa 85% do território.
Após a retirada das tropas militares estadunidenses, o grupo capturou uma importante região na província de Herat, lar de dezenas de milhares de minorias xiitas hazaras.
Centenas de refugiados afegãos continuam fugindo pela fronteira com o Irã e o Tadjiquistão.
Talibã expressou, em uma visita a moscou, que irá tomar medidas para o grupo Estado Islâmico não ocupar o território.
Saiba mais em: <https://www.irishtimes.com/news/world/middle-east/taliban-says-it-has-control-of-85-of-afghanistan-as-humanitarian-concerns-mount-1.4615943>

Desmatamento na Amazônia cresce pelo quarto mês seguido | Exame

Desmatamento na floresta amazônica brasileira aumenta pelo quarto mês consecutivo

Em comparação com o ano de 2020, as queimadas aumentaram 1,8% em junho, pelo quarto mês seguido se acordo com a agência nacional de pesquisa espacial Inpe.
Nos seis primeiros meses desse ano foi desmatados 3.610 quilômetros quadrados, área maior do que quatro cidades de Nova York. (Inpe).
A preocupação só aumenta com a chegada da época de seca na Amazonia, no qual os incêndios normalmente batem recorde em agosto e setembro, influenciando em diversos fatores como a seca nas hidroelétricas, ameaça a biodiversidade e muito mais.
Desde quando Jair Bolsonaro assumiu a presidência em 2019, o desmatamento tomou proporções maiores, no seu governo foi enfraquecidas as agências de fiscalização ambiental, permitiu mineração e agricultura em áreas protegidas e obstruiu sistemas de multas ambientais, o que fez aumentar a garimpagem e desmatamento ilegal, incentiva fins lucrativos por meio da agricultura de forma irresponsável.
Saiba mais em: <https://www.reuters.com/business/environment/deforestation-brazils-amazon-rainforest-rises-fourth-straight-month-2021-07-09/>

Avanço do coronavírus no Japão leva organizadores a vetar público nas  Olimpíadas de Tóquio | Esportes | EL PAÍS Brasil

Olimpíadas vão proibir espectadores depois que o Japão declarar estado de emergência

As Olimpíadas de verão que já foram prorrogadas um ano por conta da pandemia, e que gerou altos custos, agora irá acontecer sem espectadores.
O Japão, onde a vacinação está relativamente lenta com apenas um quarto da população imunizada, declarou estado de emergencia do dia 12 de julho até 22 de agosto, enquanto os jogos estão programados de 23 de julho a 8 de agosto.
A preocupação é a noa onda de infecções por Covid-19 no país, e a saúde dos atletas (mais de 11.000), regiões vizinhas, além de milhares de oficiais e funcionários do evento.
Diante disso, o governo proibiu espectadores estrangeiros e permite 50% da capacidade para o público doméstico, ou seja, 10.000 pessoas..
Saiba mais em: <https://www.cnbc.com/2021/07/08/japan-olympics-committee-bans-spectators-following-state-of-emergency.html>

Papa está "em boas condições, consciente e a respirar sozinho" após cirurgia

Papa Francisco gradualmente retoma os trabalhos após operação

O papa deu entrada dia 4 de junho no Hospital A. Gemelli, em Roma, na Itália, para uma cirurgia planejada no intestino, e se recupera da operação voltando aos trabalhos gradativamente.
Ainda internado da porta do hospital, celebrará no domingo a missa Ângelus Dominical.
“O dia do Papa Francisco foi pacífico, com o esperado curso clínico. Os exames de sangue são satisfatórios e o tratamento prescrito continua ”, disse o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé.
Papa Francisco agradece a equipe médica e faz jantar comunitário.
Saiba mais em: <https://www.vaticannews.va/it/papa/news/2021-07/papa-francesco-ricovero-policlinico-gemelli-bollettino.html>