101 Anos do final da primeira guerra mundial

Texto Matheus HomciMatheus Salomão Homci – Acadêmico do 4º Semestre de Relações Internacionais da UNAMA.

O período conhecido como Primeira Guerra Mundial (1914-1918) é caracterizado como um dos piores acontecimentos do século XX, provocando a morte de mais de 13 milhões de pessoas e 20 milhões de feridos. Este terrível evento teve seu início após diversas heranças do século XIX como o declínio do congresso de Viena e o pangermanismo, além de outras que ganharam força como a crescente onda nacionalista na Europa, herdada do final das guerras napoleônicas.
Após o seu fim em 1918, o mundo encontrava-se completamente devastado, impérios foram dissolvidos e novos países criados, mudando significativamente a geografia europeia e consequentemente sua geopolítica regional. Além de grande perda humanitária que ultrapassou os milhões, cidades foram completamente destruídas e países ficaram endividados a mercê dos Estados Unidos, além da Alemanha, oficialmente responsabilizada pela guerra com o Tratado de Versalhes e teria que pagar 33 milhões de dólares como forma de reparação a alguns países aliados.
O liberalismo é considerado uma tradição do pensamento ocidental que deu origem aos estudos sobre o lugar do indivíduo na sociedade, sobre a natureza do Estado e sobre a legitimidade de instituições de governo. Em 1919, com a criação da Liga das Nações, precursora da atual ONU (Organização das Nações Unidas), o mundo mostrava-se disposto a buscar resolução pacifica para os conflitos. O que demonstra claramente a concepção liberal em relação ao papel das instituições internacionais na amenização de conflitos buscando o cosmopolitismo.
Woodrow Wilson em seus 14 pontos (1918), acreditava que Estados livres teriam que expor suas políticas externas a aprovação da opinião pública que inexoravelmente negaria a guerra. Desta forma, a Liga deveria tornar a diplomacia transparente e expor ao tribunal da opinião pública mundial os interesses belicosos de outras nações. Entretanto, a organização se mostrou ineficiente e irresponsável com acontecimentos que levaram a uma segunda guerra mundial.
Hugo Grotius em seu livro O direito da guerra e da paz (2004) assinalava que todo Estado estava sujeito ao Direito Natural, este estando estabelecido no Direito das Nações. O Direito natural para ele, baseava-se em princípios morais gerais que são acessíveis a todo ser humano que são o direito a vida, propriedade e o de autodefesa. É desta lógica que surge a teoria da guerra justa, que afirma que a guerra pode ser justificada quando um Estado é agredido ou ameaçado em sua sobrevivência. Pode-se utilizar este pensamento para entender um dos motivos que levaram a ascensão do Nazifascismo, uma vez que o A Liga e o Tratado de Versalhes se tornam uma possível ameaça a sobrevivência alemã que teve suas ações completamente limitadas por medidas unilaterais, que só atende às razões e aos interesses de apenas uma das partes em questão.
Embora a Liga seja lembrada principalmente por seus fracassos no pós primeira guerra mundial, ela deve ser considerada de extrema importância para a formulação do que entendemos hoje como organização internacional, sendo indispensável ao estudo das Relações Internacionais atualmente. Prova de sua relevância na área é a tentativa posterior das nações de substitui-la em novas matrizes após a segunda guerra mundial, de modo que ela seja mais abrangente e que de fato unidas.

Referências:
BOUCAULT, Carlos Eduardo. Hugo Grotius: O Direito da Guerra e da Paz. Disponível em: <http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/revdireitogv/article/view/35238/34038&gt;. Acesso em: 08 de agosto de 2019.
MACIEL, Tadeu. A Teoria de Relações Internacionais Pensando a Cooperação. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/pontoevirgula/article/viewFile/14087/10373&gt;. Acesso em: 08 de agosto de 2019.
NOGUEIRA, J. e MESSARI, N. (2005). Teoria das relações internacionais: Correntes e Debates. Rio de Janeiro: ELSEVIER, pp.57-73.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s