dunkirk.jpg

Direção: Christopher Nolan.

Elenco: Fionn Whitehead, Barry Keoghan, Mark Rylance, Tom Hardy.

Gênero: Guerra, Histórico, Drama.

Nacionalidade: EUA, França, Reino Unido, Holanda.

Durante a operação Dínamo, também chamada de Evacuação de Dunkirk, os aliados da Bélgica, Reino Unido e França são cercados pelo exército Alemão e precisam ser resgatados. A história se passa no início da Segunda Guerra Mundial e é divida em três momentos diferentes, no céu, no mar e por fim, na terra.

Baseado em fatos, o filme se passa na cidade de Dunquerque no norte da França onde foi palco de uma intensa batalha logo no começo da grande guerra. Uma pausa inesperada na intensidade do conflito permitiu a evacuação mais de 300 mil soldados ingleses e aliados. O evento foi denominado por Winston Churchill como “o milagre de Dunquerque”.

O longa consegue retratar muito bem a vida de pessoas simples que estavam no meio da guerra para proteger e representar seu país. E, ainda representa, notavelmente, a tristeza, o medo, a frieza e a vontade de sobreviver destas pessoas. Infelizmente, quase 80 anos depois, ainda há pessoas sentindo o mesmo que os personagens da história de Dunkirk. 

Refletindo acerca dos inúmeros e atuais efeitos dos conflitos, ressalta-se a Foreign Policy (2019) que elaborou um ranking com os 10 conflitos que merecem nossa atenção para 2019, tensões no Oriente Médio, guerras civis na África e a crise humanitária na América do sul estão entre eles. Hoje, o conflito mais preocupante seria a guerra civil no Iêmen, que já dura mais de 4 anos. Por causa da guerra, os portos estão fechados e dessa maneira a população não tem acesso ao alimento, uma das piores crises humanitárias da atualidade, com 16 milhões de pessoas atingidas pela fome.

imitation game.png

Direção: Morten Tyldum.

Elenco: Benedict Cumberbatch, Keira Knightley, Matthew Goode.

Gênero: Biografia, Drama.

Nacionalidade: EUA.

Durante a Segunda Guerra Mundial o Reino Unido  reuniu uma equipe para tentar decifrar o Enigma, um código utilizado pelos alemães para se comunicar com seus submarinos. O filme tem como seu protagonista Alan Turing, um matemático de 27 anos que tem problemas de socialização com quase todos ao seu redor. Além de mostrar o trabalho do grupo para desvendar o código, o filme também ressalta a homossexualidade de Turing e sua condenação em 1952.

A história pode ser considerada muito bem encaixada e agradável de ser entendida, pois o telespectador observa a vida de Turing em 3 fases, na sua adolescência onde conhecemos sua personalidade, durante os eventos da guerra quando vemos a construção da máquina e do seu relacionamento com as pessoas, e por fim, da sua condenação por ser homossexual.

O filme é ótimo para fazer reflexões, não só pela história que se passa no meio de uma guerra onde há sofrimento e tristeza, mas também por ressaltar a homossexualidade do personagem. No final nos mostra que nada do que ele fez e conquistou foi considerado relevante pelo governo, pelo simples fato dele ser gay, sendo condenado por “indecência”, algo que infelizmente ainda vemos atualmente.