Edward Snowden

27-edward-snowden.w700.h700

Ana Adrianny Coutinho Nogueira – Acadêmica do 6° semestre de Relações Internacionais da UNAMA

Edward Snowden ganhou notoriedade em meados de 2013 ao divulgar informações sigilosas de ações que envolviam a Agência Nacional de Segurança Norte Americana (NSA). As revelações de que a agência coletava milhões de registros telefônicos, monitorava e espionava os seus próprios cidadãos, instituições e governos de outros países, abalaram e transformaram o mundo contemporâneo, levantando uma série de questionamentos sobre privacidade e o propósito das agências de vigilância. 

Edward Joseph Snowden nasceu na Carolina do Norte em 21 de junho de 1983. Cursou computação duas vezes entre 1999 a 2001 e de 2004 a 2005.  Nesse meio período, passou quatro meses no Exército em treinamento especial das forças armadas. Em 2007 conseguiu emprego na NSA e pouco tempo depois foi transferido para CIA (Agência Central de Inteligência) onde teve conhecimento do que as agências de fato faziam. Em 5 de junho 2013 houve o primeiro vazamento de arquivos secretos da CIA, através do jornal The Guardian.

Dentre os documentos confidenciais fornecidos por Snowden ao The Guardian, consta que os Estados Unidos tinham espionado escritórios da União Europeia em Bruxelas, assim como da Missão Diplomática da União Europeia em Washington e das Nações Unidas além de programas de espionagem em territórios da América Latina, inclusive no Brasil.

A espionagem em questão, não era realizada apenas através de microfones instalados em prédios de organismos internacionais, mas também, por meio de um sistema infiltrado na rede de informática que permitia aos espiões ter acesso a e-mails e a documentos confidenciais.

Snowden também revelou que os Estados Unidos obtiveram informações sigilosas de diversos países como: Espanha, França, Alemanha, inclusive seu maior adversário, a China. Houve furto aos dados existentes na Universidade Tsinghua de Pequim, da empresa Pacnet, além de grampeamento das empresas de telefonia chinesas para recolher milhões de mensagens de texto dos chineses.

Devido a esses vazamentos de documentos à imprensa internacional, Snowden foi visto como traidor pelo Governo americano e foi acusada de roubo de propriedade do governo, comunicação não autorizada de informações nacionais de defesa e comunicação intencional de inteligência por pessoa não autorizada. Temendo pela própria vida, fugiu dos pais e pediu asilo a diversos países, optando por fim, a Rússia, onde permanece até o presente momento.

Herói para alguns e traidor para outros, Edward Snowden deixou seu marco na história ao sacrificar sua vida, em favor, da liberdade e privacidade dos cidadãos do mundo todo, que estavam sendo ameaçados pelo governo estadunidense. Não apenas mostrou como nossa privacidade era inexistente como também alertou a sociedade civil sobre como a entidade que deveria zelar pela nossa segurança, o Estado, pode ser nosso maior vilão.

Referências:

HERNÉNDEZ, Lúcia A; et al. A onda expansiva desatada por Snowden. Disponível em:

https://brasil.elpais.com/brasil/2013/12/20/internacional/1387542392_057942.html. Acesso em: 02. Set.2019

GIDDA, Mirren. Edward Snowden and the NSA files – timeline. Disponível em: https://www.theguardian.com/world/2013/jun/23/edward-snowden-nsa-files-timeline. Acesso em: 02. Set.2019

BBC. Edward Snowden: Leaks that exposed US spy programme. Disponível em: https://www.bbc.com/news/world-us-canada-23123964. Acesso em: 02. Set.2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s