Cássio Pereira – Acadêmico do curso de Relações Internacionais da Unama

z1

Sistema previsional: Optimista tras ganar la primera batalla, Jair Bolsonaro acelera planes de reforma y piensa en su hijo como embajador en EE.UU.

Otimista depois de vencer a primeira batalha, Jair Bolsonaro acelera os planos da reforma da previdência e pensa em seu filho como embaixador nos EUA.

           Passando pela primeira batalha para reformar o sistema previdenciário, o governo do presidente Jair Bolsonaro acelerou seus planos para melhorar a situação das finanças públicas e proporcionar maior competitividade à economia brasileira. Bolsonaro, além disso, anunciou que poderia nomear como embaixador nos Estados Unidos seu filho Eduardo Bolsonaro, atualmente chefe do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados. O presidente disse que esta nomeação dependerá de seu filho renunciar ao seu mandato como legislador e ser aprovado no Senado.

Para ler a notícia completa, acesse: https://www.clarin.com/mundo/optimista-ganar-primera-batalla-jair-bolsonaro-acelera-planes-reforma-piensa-hijo-embajador-ee-uu_0_n0d5SdXxZ.html

z2

First shipment of Russian S-400 systems delivered to Turkey

Primeira remessa de sistemas russos S-400 para a Turquia

         O primeiro carregamento do sistema russo de mísseis S-400 chegou à Turquia, de acordo com o Ministério da Defesa da Turquia, levando o membro da OTAN para mais perto de um novo impasse com os Estados Unidos. O ministério afirmou em comunicado que “o primeiro grupo de equipamentos” dos sistemas avançados de defesa aérea foi entregue na base aérea de Murted, nos arredores da capital, Ancara. Os EUA disseram repetidamente que o sistema russo é incompatível com os sistemas da OTAN e é uma ameaça ao F-35.

Acompanhe a notícia completa, em: https://www.aljazeera.com/news/2019/07/shipment-russian-400-systems-delivered-turkey-190712081713100.html

z3

UK to send a second warship to the Gulf amid crisis with Iran

Reino Unido enviará um segundo navio de guerra ao Golfo em meio a crise com o Irã

       O Reino Unido está aumentando sua presença militar no Golfo, enviando um segundo navio de guerra para a região para proteger os petroleiros comerciais britânicos, disse o Ministério da Defesa. O HMS Duncan, um contratorpedeiro do Tipo 45, será lançado dias depois de ter concluído um curso de exercícios da Otan no Mar Báltico com o objetivo de estar na região do Golfo na próxima semana. O navio trabalhará ao lado da fragata HMS Montrose e dos aliados do Golfo dos Estados Unidos, mas não participará da coalizão marítima global proposta por Washington para proteger os navios na área.

Veja a notícia completa, em: https://www.theguardian.com/world/2019/jul/12/iran-warns-western-powers-to-leave-region-amid-gulf-crisis

z4

Governo e oposição venezuelana criam mecanismo para diálogo

           O Ministério do Exterior da Noruega, país que atua como mediador entre governo e oposição da Venezuela, informou que as partes concordaram em estabelecer uma mesa de trabalho permanente para buscar soluções para a crise política no país. Os representantes do presidente Nicolás Maduro e do líder oposicionista e autoproclamado presidente interino Juan Guaidó encerraram três dias de negociações em Barbados. Apesar da grave recessão, sanções internacionais e dos protestos em massa realizados no país, Maduro conseguiu se manter no poder com o apoio das Forças Armadas.

Veja a notícia completa, em: https://www.dw.com/pt-br/governo-e-oposi%C3%A7%C3%A3o-venezuelana-criam-mecanismo-para-di%C3%A1logo/a-49566978

z5

China to impose sanctions on U.S. firms that sell arms to Taiwan

China vai impor sanções a empresas norte-americanas que vendem armas a Taiwan

          A China disse que colocará sanções a empresas norte-americanas envolvidas em um acordo para vender US$ 2,2 bilhões em tanques, mísseis e equipamentos relacionados a Taiwan, afirmando que prejudicou a soberania e a segurança nacional da China. O Pentágono disse que o Departamento de Estado dos EUA aprovou a venda das armas solicitadas por Taiwan, incluindo 108 tanques General Dynamics Corp M1A2T Abrams e 250 mísseis Stinger, fabricados pela Raytheon. Washington disse que as vendas não alterarão o equilíbrio militar básico na região.

Para acompanhar a notícia na integra, acesse: https://www.reuters.com/article/us-usa-taiwan-china-sanction/china-to-impose-sanctions-on-us-firms-that-sell-arms-to-taiwan-idUSKCN1U71D5