Olhem para o seu lar

Terra-banner-blog-1170x557.jpg

Ariane Silva – Acadêmica do 5º Semestre de Relações Internacionais da UNAMA

“Ha só a uma terra, mas não só um mundo. Todos nós dependemos de uma biosfera para conservar nossas vidas. Mesmo assim, cada comunidade, cada país luta para sobrevivência e pela prosperidade quase sem levar em consideração o impacto que causa sobre os demais”. 1

Vivemos em um corpo celeste rodeado de recursos naturais renováveis e não renováveis, que contribuem para o desenvolvimento da sociedade global. Cercados de belezas naturais, e com uma fauna e uma flora diversifica espalhada por sua longa extensão territorial. Com o avanço dos Estados modernos e o início das trocas comerciais, a exploração dos recursos que compõem o meio ambiente é vista como matéria-prima e passou a ser explorada de formar ilimitada sem pensar nas consequências desastrosas.

Neste dia 22 de abril é comemorado mundialmente como o dia da mãe terra ou dia da terra, assim conhecido anteriormente. A data foi reconhecida oficialmente pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2009 como um lembrete para que as pessoas que aqui habitam possam valorizar e reconhecer a “interdependência existente entre os seres humanos, as demais espécies vivas e o Planeta que todos habitamos” (ECO-21).

 O primeiro dia da terra foi comemorado em 1970, uma iniciativa do Gaylord Anton Nelson, um ambientalista e político da cidade de Wisconsin que lutava contra os avanços civilizatórios das indústrias privadas e os efeitos catastróficos que empresas ocasionavam ao meio ambiente.

Na luta pela conservação da natureza e o bem-estar da sociedade, o governo de Gaylord Nelson ficou conhecido como “governo da conservação”, por causa dos seus projetos de ampliação, preservação e revitalização de lugares que haviam sido destruídos pelo avanço das indústrias privadas. A luta de Nelson para a criação de uma agenda ambiental foi um grande passo para a conservação do meio ambiente, que saiu de problemáticas regionais para uma escala planetária, impulsionando assim uma agenda internacional ambiental na ONU.

Após o movimento de preservação da natureza de 1970 várias cúpulas sobre as questões ambientais foram realizadas, Estocolmo (1972), ECO-92, RIO+10 e RIO+20, foram algumas das reuniões voltadas as questões ambientais. Entretanto, os comprometimentos firmados pelas nações nessas conversões apresentaram poucos resultados, e a ganância humana olhou apenas para a evolução financeira dos estados e como consequência:

Estamos em um momento crítico da história da terra, no qual a humanidade deve escolher o seu futuro […] A escolha é nossa: ou formamos uma aliança global para cuidar da terra e cuidamos uns dos outros ou arriscamos a nossa própria destruição e a da diversidade humana (Carta da terra, preâmbulo).

A necessidade de cooperação entre os estados para a resolução da insustentabilidade da exploração dos recursos da terra implicaria em uma nova forma de comunidade política, algo que Andrew Linklater ressalta em seu livro “The Transformation Of Political Communty (1998)” através da teorização de uma ideia cosmopolita, baseado em uma harmonia global e uma cooperação econômica transnacional entre os povos.

A perspectiva de uma comunidade cosmopolitista, defendida por Linklater, é baseada em uma comunidade de dialógica e o respeito à diversidade cultural, associando-se “ a uma visão de como reduzir os déficits morais, empreendendo maior respeito pelas diferenças culturais, maior comprometimento com a redução das desigualdades materiais, e promover avanços significativos em termos de universalidade” 2.

Com isso, a ligação existente entre homem e natureza deveria ir muito além da usurpação dos recursos do ecossistema, deveria ser uma troca mútua de cuidados, pois, o homem retirar da terra o seu sustento, seja por plantações primarias ou explorações industriais. A preservação do meio ambiente para Linklater não é uma ação só para os atores estatais, é um envolvimento tanto das instituições internacionais, comunidade locais em parceria com as nações trabalhando juntos por uma responsabilidade universal para os cuidados da terra que é nosso LAR.

A terra “é viva como uma comunidade de vida incomparável. As forças da natureza fazem da existência uma aventura exigente e incerta, mas a terra providencio as condições essenciais para a evolução da vida” (CARTA DA TERRA,2000, p 5). O dever da sociedade global é preservar e cuidar dos recursos que ainda termos desta MÃE.

BIBLIOGRAFIA

A CARTA DA TERRA, Disponível em < http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/cartadaterra.pdf  > acessado em 16 de abril 2019

AMPLIAÇÃO DA COMUNIDADE POLITICA – COSMOPOLITISMO E ÉTICA DIALÓGICA EM ANDREW LINKATER, Puc-Rio-certificação digital 0510712/ac. Disponível em < https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/10849/10849_3.PDF > Acessado em 17 de abril,2019

CENTRO REGIONAL DE INFORMAÇÕES DAS NAÇÕES UNIDAS. DISPONÍVEL EM < https://www.unric.org/pt/mensagens-do-secretario-geral/30829-mensagem-do-secretario-geral-da-onu-no-dia-internacional-da-mae-terra > A cessado em 15 de abril,2019

DIA INTERNACIONAL DA MAE TERRA-22 DE ABRIL DE 2012,20 de abril,2012. Disponível em < https://nacoesunidas.org/dia-internacional-da-mae-terra-22-de-abril-de-2012/ >

GAYLORD NELSON  AND EARTH  DAY , Disponível em <  http://www.nelsonearthday.net/nelson/   >  Acessado em 15 de abril,2019

LEONARDO BOFF. COM, 21 abril, 2017. Disponível em < https://leonardoboff.wordpress.com/2017/04/21/22-de-abril-dia-da-mae-terra/  acessado em 15 de abril, 2019

NOTICIAS DA FENAE, Disponível em <https://www.fenae.org.br/portal/rn/informacoes/noticias-fenae/dia-mundial-do-planeta-terra-e-comemorado-em-22-de-abril.htm >  Acesso em 16 de abril,2019

VIVA SUSTENTÁVEL, 22 abril, 2017, ecologia. Disponível em < vivasustentavel.eco.br/dia-internacional-da-mae-terra/ > Acessado em 16 de abril, 2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s