Image result for guerra do peloponeso

Maria Eduarda Diniz – Acadêmica do 3º Semestre de Relações internacionais da UNAMA

Tucídides (460 a. c. – 395 a. c.) foi um historiador da antiguidade grega conhecido, pelos internacionalistas, como o avô das Relações Internacionais por sua obra “A História da Guerra do Peloponeso”. O autor, filho de nobres atenienses, nasceu quando Atenas se encontrava no seu maior esplendor. Na guerra entre Esparta e Atenas, Tucídides se tornou um combatente, e chegou ao status de general, porém, em 424 a. c., ao falhar na missão de impedir que invasores espartanos tomassem um importante porto na cidade de Anfipólis, ele foi mandado para o exílio.

Resultado de imagem para tucidides

Durante seu tempo exilado, a partir de tudo o que tinha presenciado durante a guerra, escreveu sua obra. O relato de Tucídides ao analisar as relações das cidades-estados gregas, principalmente Esparta e Atenas, foi o primeiro a colocar em foco as questões das alianças, de como é fácil mantê-las quando existe um interesse comum entre as partes e como é fácil quebrá-las quando os interesses mudam; e do equilíbrio de poder, o qual, quando era mantido entre as duas potências gregas, garantia estabilidade à região, e como o desequilíbrio, quando uma decidiu conquistar mais do que a outra, foi o que levou à guerra.

Estas questões são até hoje grandes norteadoras do estudo da guerra nas Relações Internacionais, servindo como base principalmente para as escolas realistas e neorrealistas da contemporaneidade, mesmo que Tucídides não fosse estudioso da área, sua análise ainda lhe proporciona a alcunha de “Avô” das Relações Internacionais.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

https://www.ebiografia.com/tucidides/

http://internacionalamazonia.blogspot.com/2014/08/pensamentos-internacionalistas.html

TUCIDÍDES. A História da Guerra do Peloponeso. Livro primeiro, capítulo 21, página 60[2]. Brasília, 4ª edição, 2001.